Biografia do Linkin Park


A banda começou quando Mike e Brad se tornaram amigos na escola (13 anos de idade), essa amizade foi acompanhando o amor deles por todos os tipos de música e também por fazer música, Brad ensinou Mike a tocar guitarra. Enquanto isso, Brad também estava tocando em outra banda com Rob. Eles foram para a universidade, Mike conheceu Joe na Pasadena Art Center, e Brad e Phoenix foram colegas de quarto na UCLA.


Após a universidade eles começaram a levar sua música mais sério, eles estavam trabalhando no quarto de Mike, e convidaram Mark Wakefield para ser o vocalista, então formaram a banda Xero em 1996.


A banda enviou demos para todo o lado, mas não deu certo, o que levou Mark a deixar a banda e Phoenix a retornar para sua antiga banda, Tasty Snax. Isso deixou Xero com a necessidade de um vocalista.


Em março de 1999, Jeff Blue enviou uma fita demo da Xero para Chester Bennington, o qual ele sabia que estava à procura de uma banda, Chester perdeu sua festa de aniversário para colocar seus vocais na demo e tocou ela por telefone para a banda no dia seguinte. Ele então voou do Arizona para Los Angeles no dia seguinte, para fazer uma audição com a banda, a banda ficou impressionada e o convidou para ser seu novo vocalista. Eles também mudaram o nome da banda para Hybrid Theory.



Enquanto esperavam conseguir uma gravadora, a banda escreveu músicas novas e ensaiou, inclusive tocando onde quer que pudessem. Eles também lançaram o Hybrid Theory EP em 1999, antes de mudar seu nome para Linkin Park, esse nome veio de Lincoln Park, que era o nome do parque por onde Chester sempre passava para chegar ao ensaio da banda, mas com uma ortografia diferente para que eles pudessem comprar o domínio linkinpark.com que estava disponível na internet e por outras razões jurídicas.



Depois de serem rejeitados pelas grandes gravadoras inúmeras vezes (incluindo a Warner Bros 3 vezes) Jeff Blue novamente ajudou a banda a conseguir uma gravadora, a Warner Bros em 1999.



O primeiro álbum da banda, Hybrid Theory, foi lançado em 24 de outubro de 2000 e foi o álbum mais vendido de 2001. Hybrid Theory é atualmente o segundo álbum mais vendido da década e é o álbum mais vendido do Linkin Park até hoje e recebeu o status de diamante. O álbum foi produzido por Don Gilmore, mixado por Andy Wallace e gravado no NRG. A gravação do álbum foi, essencialmente, retrabalho e regravação das demos que eles tinham enviado para as gravadoras, e foi concluído em quatro semanas. O baixo nesse álbum foi tocado por Brad com Scott Koziol e Hornbeck Ian sendo chamados como baixistas auxiliares.


Hybrid Theory dividiu os críticos, no entanto, em 28 de novembro o primeiro single da banda, One Step Closer, foi lançado e o vídeo (que contou com Scott Koziol tocando o baixo) foi um sucesso, sendo muito executado na MTV e em outros canais de música.



Durante esse tempo, Phoenix voltou à banda e, em 2001, eles fizeram uma longa turnê do álbum, sendo inclusive convidados para a turnê Family Values e para o Ozzfest. Os singles lançados em 2001: Crawling, Papercut e In The End seguiram o sucesso de One Step Closer, com In The End se tornando uma das canções mais populares e conhecidas do Linkin Park e Crawling ganhando em 2002 um Grammy Award na categoria Best Hard Rock Performance, batendo Rage Against The Machine, POD, Alien Ant Farm e Saliva.

Um vídeo promocional de clipes ao vivo das turnês foi elaborado para a música Points Of Authority, e circulou em canais de música na Europa.



Linkin Park lançou o DVD Frat Party At The Pancake Festival em 20 de novembro de 2001, o qual deu uma visão melhor para os fãs de como são as personalidades dos membros da banda e também contou com os vídeos do Hybrid Theory.


Em janeiro e fevereiro de 2002, a banda embarcou na primeira turnê do Projekt Revolution na América do Norte, eles juntaram-se em turnê com Cypress Hill, Adema e DJ Z-Trip. A banda disse que eles montaram a turnê juntos, assim eles puderam montar uma lista de sons que forneceu uma mistura de rock/hip hop/música eletrônica, assim como o Linkin Park faz em sua música.


Em janeiro e fevereiro de 2002, a banda embarcou na primeira turnê do Projekt Revolution na América do Norte, eles juntaram-se em turnê com Cypress Hill, Adema e DJ Z-Trip. A banda disse que eles montaram a turnê juntos, assim eles puderam montar uma lista de sons que forneceu uma mistura de rock/hip hop/música eletrônica, assim como o Linkin Park faz em sua música.


Reanimation foi lançado em 30 de julho, após ser gravado, enquanto a banda estava em turnê. O álbum contou com hip hop e regravações eletrônicas das músicas do Hybrid Theory e do Hybrid Theory EP. Os Remixes foram feitos pela própria banda e outros convidados, como Cheapshot, The Humble Brothers e Kutmaster Kurt. Outros artistas gravaram os vocais para serem adicionados nas faixas, como Jonathon Davies e Black Thought.


Pts.Of.Athrty, remixada por Jay Gordon, foi lançada como single uma semana antes do álbum ser lançado com um vídeo CGI. Além disso, Joe Hahn fez vídeos para cada música do álbum, alguns foram usados na MTV conforme eles tocavam o álbum, os vídeos foram lançados no DVD Reanimation.



Durante a turnê eles montaram um elaborado estúdio na parte de trás do ônibus para trabalhar no álbum que daria seguimento ao Hybrid Theory, e depois de gravar novamente na NRG, seu segundo álbum de estúdio, Meteora, foi lançado no dia 25 (24 internacionalmente) de março de 2003. O álbum foi produzido por Don Gilmore e Linkin Park, e mixado por Andy Wallace.


Meteora, nomeado assim em homenagem ao complexo grego para dar a impressão de algo colossal, continuou os passos de som do Linkin Park, eles misturaram guitarras pesadas com música eletrônica, hip hop e os vocais de rock de Chester. Embora nomeado como Meteora, o cd também incluiu elementos mais leves em Numb, Easier To Run e Breaking The Habit, sendo esta última uma música que trouxe grande triunfo pessoal para a banda, visto que Mike admitiu estar tentando escrever essa música há anos.



O álbum foi lançado como uma edição normal (capa marrom) e edição especial com um DVD Making of Meteora (capa azul).



O álbum foi outro sucesso global, chegando em 1º lugar nos Estados Unidos e em muitos outros países como o Reino Unido, Irlanda, Alemanha e Áustria.



Conduzido até o lançamento do Meteora um novo episódio da LPTV (série 1) foi lançado com imagens da banda produzindo o álbum, e tudo que aconteceu durante a produção do álbum, tais como a banda motraram criando a arte de parede para a capa do álbum e parte aérea, tendo promoções.


No começo de Março antes do lançamento do Meteora, a banda fez uma pequena turnê para os membros do fã club LPU, onde a banda estreou as novas músicas, o show no Nottingham’s Rock City, no Reino Unido foi gravado e exibido na BBC Rádio número 1.



Novamente eles fizeram uma turnê do álbum completo de 2003 e 2004, incluindo a Summer Sanitarium turnê em 2003 do Metallica, eles diviram o palco com Limp Bizkit, Deftones, Mudvayne e Metallica. A banda aproveitou a turnê filmando dois shows no Texas e colocaram no CD/DVD Live In Texas que foi estreado em 18 de Novembro de 2003. Durante esses shows eles tocaram P5hng Me A*wy do Reanimation, eles também muitas vezes adicionaram uma ponte de Klosr 1stp quando realizavam One Step Closer.



A banda então terminou duas turnês do Projekt Revolution em 2003 e 2004, onde eles adicionaram uma segunda fase, a turnê mundial do Meteora.



No final de 2004 a banda recebeu um convite de Jay-Z para trabalhar com ele para fazer algumas canções para a MTV Mash Up’s Series. Mike enviou alguns remixes para Jay e ele fez comentários, em seguida, eles passaram três dias no estúdio, e completaram 6 mash-ups combinando as faixas do Linkin Park e de Jay-Z, isso foi mais do que a MTV tinha inicialmente pedido. Então, eles, em seguida, convidaram os membros do LPU e fãs de Jay-Z para um show no Roxy, em Los Angeles, onde eles tocaram Collision Course na íntegra (assim como algumas músicas do Linkin Park), o show foi gravado para ser exibido na MTV no mundo inteiro.



O Collision Course EP foi lançado em 30 de novembro de 2004, com um DVD com o show ao vivo do Roxy e um making of do documentário, com o Linkin Park e Jay-z de trabalho no estúdio, ensaiando para o show.



A partir daí Jay-Z uniu-se ao Linkin Park no palco para apresentar as faixas do Collision Course, no concerto Live 8 (2005), em um Music For Relief concerto beneficente Tsunami (2005), show do Linkin Park no Madison Square Garden (2008) e Projekt Revolution do Reino Unido (2008).


Em 2006, no 48 º Annual Grammy Awards Linkin Park e Jay-Z ganharam um Grammy de Melhor Colaboração de Rap, eles também realizaram um mash-up entre Numb / Encore e ficaram atrás dos Beatles, a meio do desempenho de Paul McCartney que se juntou a eles na fase.



Após uma longa turnê e muito tempo sem parar de trabalhar a banda decidiu fazer uma pausa, dando tempo a Mike para trabalhar em um projeto solo de hip hop.


Não querendo ser o foco, Mike chamou seu projeto de Fort Minor, The Rising Tied foi lançado em 22 novembro de 2005 (dia 21 internacionalmente). O próprio Mike produziu o álbum, mas convidou Jay-Z para ser o produtor executivo. O álbum foi lançado com um DVD making of, em que você pode ver Jay-Z e Brad Delson analisando o álbum com Mike. O álbum contou com contribuições de muitos amigos de Mike, Styles of Beyond estando presente em muitas das faixas.


The Rising Tied foi elogiado pelo uso de sons orgânicos e pelos temas usados nas letras, tanto por críticos como por fãs.

…Um dos melhores lançamentos de hip-hop.

-OkayPlayer.com

Ele divulgou o álbum pelo mundo todo, inclusive tocou em festivais europeus, juntamente com 50 Cent, tocando também suas próprias músicas. Notavelmente, ele tocou em 2006 no Summer Sonic festival com o Fort Minor e com o Linkin Park no mesmo dia.

Em 2006, o Linkin Park voltou para o estúdio, desta vez com o lendário produtor Rick Rubin, conhecido por trabalhar com artistas que querem tentar algo novo a partir das músicas que fizeram no passado. Eles começaram a trabalhar em seu terceiro álbum de estúdio, com o objetivo de passar Hybrid Theory e Meteora.




Minutes To Midnight foi lançado no dia 14 de maio de 2007, o título do álbum faz uma referência ao doomsday clock (Relógio do Fim do Mundo). A banda conseguiu fazer um álbum que se afastou do Hybrid Theory e do Meteora, o novo som dividiu fãs e críticos, no entanto Minutes To Midnight recebeu um sucesso comercial global, atingindo o 1º lugar em vários países incluindo os EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Japão, Austrália e Canadá.


Minutes to Midnight tem como característica marcante os vocais de Chester, enquanto os elementos eletrônicos e o hip hop que estiveram muito presentes nos outros álbuns foram diminuídos, com Mike fazendo seu rap apenas em ‘Bleed It Out’ e ‘Hands Held High’, o álbum também apresentou Mike cantando uma música inteira pela primeira vez, “In Between” e isso também na edição de turnê do Minutes To Midnight onde ele canta a faixa bônus ‘No Roads Left’, que se tornou uma das favoritas dos fãs.


“A maior parte do Minutes é afiada, um metal pop com uma pegada de hip-hop e uma energia de despertar… 4/5 estrelas”

-Rolling Stone



O álbum foi lançado como uma edição normal, uma edição especial com DVD Making of, e making of do video de What I’ve Done. Uma edição de luxo também estava disponível, incluindo uma tábua para colocar café com a arte do álbum e cartões.



Antes do lançamento do Minutes to Midnight, a banda lançou outro conjunto de LPTV (2ª conjunto) e fez uma pequena turnê promocional.




Novamente a banda fez turnê por todo o mundo, dessa vez para divulgar o Minutes to Midnight em 2007 e 2008, incluindo festivais europeus, e Reino Unido, Europa, Austrália e turnê na arena americana, também 2 turnês do Projekt Revolution, uma coisa que caracterizou o primeiro Projekt Revolution foi alguns shows que foram além da América do Norte, Alemanha e Inglaterra.


O show do Projekt Revolution no National Bowl em Milton Keynes, Reino Unido, em 29 de junho de 2008 foi gravado para o CD/DVD “Road to Revolution: Live in Milton Keynes”, que foi lançado no dia 24 de novembro de 2008. O local é popular entre bandas para gravação de DVD ao vivo, Green Day e Queen são alguns exemplos.


Também tocaram no projeto, Jay-Z (co-headliner), Pendulum, N*E*R*D, Enter Shikari, The Bravery e Innerpartysystem. Jay-Z fez seu próprio show completo e, em seguida, se juntou ao Linkin Park, durante o bis para tocar Numb/Encore e Jigga What?/Faint do Collision Course. O show também teve Mike cantando Hands Held High em capela, pela primeira vez, o que não estava planejado, mas um fã estava segurando uma faixa pedindo a música.


Partes do show também foram ao ar na MTV durante o Projekt Revolution Special e algumas canções foram exibidas em outros canais de música.


Os membros do Linkin Park sempre disseram que achavam difícil nomear seus álbuns, então eles criaram uma competição para os fãs apresentarem possíveis títulos de CD/DVD e depois votarem nos finalistas escolhidos pela banda, e o vencedor foi “Road To Revolution”.



A performance ao vivo de What I’ve Done, concorreu na categoria de Best Hard Rock Performance em 2010 no Grammy Awards, mas perdeu para uma faixa de estúdio do AC/DC.


A banda terminou o ciclo de turnê do Minutes To Midnight, com uma turnê do Projekt Revolution nos EUA e uma na Ásia.


Em 2009 a banda trabalhou na trilha sonora de Transformers: Revenge of the Fallen, contribuindo com a faixa New Divide que foi tocada durante o filme e também nos créditos finais. A banda também lançou o single digital (em 18 de maio de 2009) e o cd (em 16 de junho, 2009), e fez um vídeo para a música.



A banda também fez uma série de shows na Europa, Ásia e em Los Angeles.



Em 2009 também teve o lançamento do aguardado albúm do projeto pararelo de Chester,Dead By Sunrise, “Out Of Ashes”, em 13 de outubro. No qual Chester trabalhou com os membros do Julien-K para escrever e gravar o álbum. O álbum foi basicamente de rock com algumas músicas mais suaves, como por exemplo “Give Me Your Name”. Chester disse que realmente precisava lidar com as coisas pessoais sobre as quais ele escreveu no “Out Of Ashes” antes de começar a trabalhar no próximo álbum do Linkin Park. Ele também tirou um tempo para escrever para o novo álbum do Linkin Park quando estava em turnê com o Dead By Sunrise.


Após o terremoto que atingiu o Haiti em janeiro de 2010, o Linkin Park, em conjunto com o Music For Relief, fez um álbum com todas as novas faixas de artistas como Lupe Fiasco, Dave Matthew’s Band e Slash, além de sua própria faixa “Not Alone” para ajudar a gerar doações para apoiar o Haiti. Em abril o álbum arrecadou cerca de $200.000 em doações para o Haiti.


Em 26 de abril de 2010 a banda lançou um jogo desenvolvido pela Artificial Life, Inc. para iPhone, iPod Touch e Ipad chamado Linkin Park’s ’8- Bit Rebellion!’. Onde o jogador tem que derrotar a organização PixxelKorp, recuperando peças perdidas de faixas e tem que devolvê-las aos membros do Linkin Park.

O jogo inclui desenhos em 8 bit dos membros da banda e dos membros do Linkin Park HQ, com os quais, juntamente com alguns outros personagens você pode interagir, os desenhos foram feitos por Mike. Mike também fez versões em 8bit de ‘Crawling’, ‘Faint’, ‘Hands Held High’, ‘In The End’, ‘New Divide’, ‘No More Sorrow’, ‘One Step Closer “e” QWERTY ” para serem tocadas ao fundo conforme o jogador vai jogando, a versões de estúdio das canções também estão no jogo, assim como a música e o video da inédita “Blackbirds”, que é a recompensa para os fãs que concluem do jogo.

Há também uma rede social no jogo, os jogadores podem fazer amizade uns com os outros, enviar mensagens, presentes e torcar mensagens instantâneas entre si.



Em Junho,Linkin Park postou uma série de enigmas para os fás para decifrarem no LinkinPark.com, incluindo códigos binários, palavras escondidas e gráficos, os fãs foram recompensados com a liberação do nome do álbum, nome das músicas e algumas datas.


O quarto álbum de estúdio foi nomeado A Thousand Suns, foi lançado nos Estados Unidos em 14 de Setembro de 2010 (10º, 13º e 15º internacionalmente). Foi produzido por Mike e Rick Rubin, mixado por Neal Avron e gravado no estúdio NRG, mas algumas partes foram feitas nos estúdios na casa de Mike Shinoda e na casa de Joe Hahn.

O álbum do Linkin Park possui uma mudança no seu som, mais uma vez um outro sentido, incorporando tantos quantos sons únicos e amostras fossem possivéis, até mesmo utilizando brinquedos infantis para encontrar o som que deixava uma canção melhor. Consequentemente, o álbum teve uma unidade eletrônica forte, que estava desaparecido em Minutes To Midnight. Os fãs também notaram a falta dos vocais de Mike no Minutes To Midnight. A parte de Mike em A Thousand Suns é enorme, ele entregou alguns de seus melhores golpes em faixas, incluindo “When They Come For Me”, “Waiting For The End” e “Wretches And Kings”. Ele também cantou na maioria das faixas, isso deu a liberdade de experimentar a interação entre os vocais de Mike e Chester. A banda também se recusou a usar qualquer uma das “comuns” estruturas de canção que foram suas bases no passado, preferindo fazer as canções menos previsíveis e mais interessantes.

Como de costume, a banda preparou um documentário, Meeting A Thousand Suns a partir de filmagens em estúdio, e lançaram-o com uma edição de A Thousand Suns especial e edição de luxo. Eles também lançaram um skate de edição limitada com o álbum.

O lançamento do álbum foi celebrado com um espetáculo de leasers em LA com Q&A com a banda em 07 de Setembro e um show em Nova Iorque sobre a data de lançamento dos EUA.


O álbum foi precedido pelo lançamento do The Catalyst. Linkin Park anunciou um concurso de remix antes do lançamento, eles deram partes da música para que os fãs pudessem montar uma canção adicionando qualquer um de seus próprios vocais e de instrumentos como ele achassem melhor, com o vencedor sendo destacado em algumas edições de A Thousand Suns, o professor NoBrain da Polônia foi escolhido pela banda para ser o vencedor e participou de um vídeo chat com Mike Shinoda.



The Catalyst também foi apresentado em um trailer estendido para o video game: Medal of Honor. Linkin Park usou o jogo como uma plataforma para o lançamento do single, e foi envolvido em promoção para o jogo, com Mike assistiu a uma conferência de imprensa da Sony e jogou um pouco frente dos participantes. O trailer do jogo, incluindo The Catalyst se tornou o vídeo mais visto no YouTube em todo o mundo. The Catalyst foi tão bem recebida e foi a estréia pela primeira vez na história da Billboard Rock Songs, e foi 1º no rock e muitas estações de rádio alternativas em todo o país.

A Thousand Suns recebeu elogios de fãs e críticos já para a drástica mudança no som do álbum, em contraste com Hybrid Theory, Meteora, Minutes To Midnight e também como ele se contrasta com qualquer outro álbum, com a crítica comparando-a com o gosto de Radiohead, Nine Inch Nails e Green Day.

“… Trechos de som envolvido na retórica política costurarram as canções de maior conjunto. Some tudo isso e você tem algo como textural como é inventiva. Sendo Linkin Park, a criatividade e a magia sonora de áudio no trabalho é magnífico, fazendo A Thousand Suns uma empresa de estúdio da mais alta …

- Ian Winwood, majalah Kerrang.”



SA recepção calorosa de A Thousand Suns também se refletiu nas vendas de álbuns, como A Thousand Suns estreou em 1º nos EUA e na Austrália e no quadro da Billboard de álbuns europeus e alcançou a 2ª posição no Reino Unido.



O single seguinte, Waiting For The End, foi lançado em 05 de outubro.



Em 07 de outubro a banda começou o A Thousand Suns World Tour na Argentina, em outubro, novembro e dezembro, eles tiraram a turnê pela América do Sul, Israel, Europa e Austrália. Em Janeiro de 2011 eles planejam a turnê do álbum através dos EUA.


Linkin Park ao vivo em Madrid, 2010



Outubro de 2010 marcou o aniversário de 10 anos desde o lançamento do aclamado álbum de estréia do Linkin Park, Hybrid Theory, que se tornou um dos álbuns de estréia mais vendidos de todos os tempos e ganhou um prêmio de diamante nos EUA por 10 milhões de cópias vendidas. O Linkin Park fez um show ao ar livre na frente de 60.000 fãs em Puerta de Alcal‡, Madrid (Espanha), para o MTV Europe Music Awards de 2010, em 07 novembro, durante a premiação a performance deles de Waiting For The End foi transmitida e o Linkin Park ganhou o prêmio Best Live Act (Melhor Artista Ao Vivo). O concerto foi ao ar na MTV Live e o EP do show foi lançado no iTunes. Em março de 2011 o show foi lançado na Europa em DVD como um re-lançamento do A Thousand Suns, intitulado A Thousand Suns+, que contou com uma versão psicodélica da capa do álbum.


Novembro presenciou o lançamento da estação de rádio própria do Linkin Park no iheartradio, que é onde bandas podem gravar e transmitir seus próprios programas de rádio. As transmições têm sido basicamente caracterizadas pelas histórias e músicas favoritas de Mike e Chester. Eles também têm incentivado o envolvimento dos fãs, incluindo perguntas a serem respondidas no ar e ligando para alguns durante as gravações.


Em dezembro, Waiting For The End chegou a 1º lugar no Billboard Alternative Songs Chart, a parada da Billboard de músicas alternativas, dando ao Linkin Park seu 10º single a ser Número 1 nos EUA.


Em 2011 a banda assumiu a turnê do A Thousand Suns pela América do Norte, incluindo um tremendo show no Madison Square Garden que foi ao ar no Fuse TV. Eles também participaram do Saturday Night Live como a primeira banda a ter seu desempenho transmitido em preto e branco. Depois do show em Montreal, Canadá, houve relatos de que Chester não estava se sentindo bem, alguns fãs disseram que ele estava tossindo muito após o show. Em 9 de fevereiro o Linkin Park deu uma declaração de que o show em Washington DC havia sido cancelado:


O Linkin Park está sendo obrigado a cancelar o seu show de 10 de fevereiro em Washington DC no Verzion Center. O vocalista Chester Bennington está doente e sob ordens médicas de não fazer shows. A banda lamenta sinceramente este inevitável cancelamento e pede desculpas aos fãs por qualquer desapontamento causado. Os dinheiro da compra dos ingressos será devolvido no local da compra, a partir de 11 de fevereiro.


Eles foram forçados a cancelar vários shows para permirtir que Chester se recuperasse, o último show cancelado foi em Dallas, Texas. Eles retomaram a turnê no show de Las Vegas, Nevada, e remarcaram os dois shows do Texas que haviam sido cancelados, para o final da turnê americana. Em entrevistas foi revelado que Chester tinha um pequeno resfriado e febre mas que os médicos acharam que era gripe suína, os testes pioraram sua saúde.


Linkin Park com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, 2011


PEm março o Linkin Park esteve em uma conferência com o Secretário Geral da ONU, Ban Ki-moon, e membros da Fundação das Nações Unidas, a qual foi transmitida online e tinha o objetivo de discutir os esforços em andamento para ajudar o Haiti. Após a conferência, em abril, Phoenix fez uma viagem até o país para ver como o projeto da banda em conjunto com o Music For Relief, Download To Donate, estava ajudando as pessoas de lá. Algumas gravações promocionais da viagem de Phoenix ao Haiti também foram feitas, para encorajar as pessoas a continuarem ajudando o país.


Também em março, um terremoto devastador e um tsunami atingiram o Japão e em resposta à essas tragédias o Linkin Park uniu-se a outros artistas para montar outro álbum, Download To Donate Japan, através do Music For Relief. A banda contribuiu com uma nova música instrumental, Issho Ni. Mike também desenhou duas camisetas, uma com um origami de borboleta (simbolizando o renascimento) e outra com um logotipo escrito Not Alone, as quais tiveram seus rendimentos, assim como todas as doações ao Music For Relief, direcionados ao Save The Children.


Linkin Park ao vivo na premiere Transformers em Moscou, 2011



Em abril foi confirmado que o Linkin Park contribuiria novamente para a trilha sonora da franquia Transformers, terceiro filme e terceira contribuição da banda. A participação da banda em Transformers: Dark of the Moon se deu através de um remix de Iridescent, o clipe da música foi lançado em 2 de junho e conta com robôs do filme. Linkin Park também fez um show ao vivo na estréia mundial do filme em Moscou, Rússia para 20.000 pessoas e mais elenco do filme.


A banda fez uma pausa de 3 meses na turnê, de março a junho, a qual eles usaram para trabalhar no seu 5º álbum de estúdio. Em junho eles participaram como banda principal de dois festivais de verão nos EUA, ambos na Califórnia. Em 4 de junho eles foram headline no anual Weenie Roast da KROQ e no dia seguinte (5 de junho) eles foram headline no anual BFD Festival da LIVE 105. Depois disso eles viajaram para Europa para completar a turnê, o que incluiu vários festivais (sempre sendo a banda principal) e shows do Projekt Revolution na Finlândia e na Alemanha.